TAG: Descobrindo novos blogs

Em 09.08.2016   Arquivado em Aleatoriedades

Oi gente, tudo bem? Ainda lembram de mim? 😬 Dei uma sumida enorme, mas estou tentando voltar, prometo! E já que as inspirações pra posts não estavam tão boas sem uma ajudinha, resolvi postar essa tag que a Ana Carô e a  responderam nos blogs delas. Aliás, vão dar uma olhada porque as respostas estão ótimas!

Qual seu dia favorito no ano?

Vale dizer como seria meu dia perfeito? Algum feriado ou dia do fim de semana friozinho e com uma chuvinha pra ficar debaixo das cobertas vendo Netflix e comendo pipoca e brigadeiro.

Se você pudesse comer qualquer coisa agora mesmo, o que seria?

Olha, entre as minhas vontades no momento estão comida japonesa, brigadeiro com recheio de doce de leite e churros.

Qual a série mais legal do momento?

Sou péssima pra escolher coisas favoritas, mas acredito que entre as que ainda não terminaram, Grey’s Anatomy. Ou Gilmore Girls que comecei a assistir faz um tempinho e me apaixonei. ❤

Hermione ou Katniss?

Gosto da Katniss, mas não consigo ver como ela ganharia da Hermione na minha preferência.

Escolha uma cor para vestir, uma para pintar o cabelo e uma para decorar o quarto. Por que você escolheu essas cores?

Pra vestir, preto; pra pintar o cabelo, loiro escuro e pra decorar o quarto, cinza. Ando achando lindo quartos cinza e amarelo!

Qual aspecto da sua vida te traz mais felicidade?

Claro que nem tudo é perfeito, mas minha relação comigo mesma melhorou muito. Eu era muito de evitar algumas coisas que sentia e não compreendia, ultimamente ando refletindo mais e me entendendo melhor.

Qual livro ou gibi marcou sua infância? Conta aí a história pra gente.

Quando eu era bem pequena (nem sabia ler ainda), minha mãe me deu um livro chamado “O jabuti perdido”. Ela, meu pai e meu irmão leram o livro pra mim incontáveis vezes naquela época e eu guardo ele com carinho até hoje.

Você vai se casar amanhã. Qual vai ser sua música para ir até o altar?

Adoro a versão instrumental de Stay with me, do Sam Smith.

O que todo mundo gosta e você odeia?

Como a Lí também disse, filmes de super heróis. São filmes demais, estão sempre inventando uma coisa nova. Não me atrai e e não tenho paciência.

Qual seria sua primeira compra ao ganhar milhões na loteria?

Passagens pras cidades onde vários amigos meus moram pra visitar todos eles.

Não vou formular minhas próprias perguntas, mas adorei responder as perguntas da Ana. Ah, e se não tiver ou não quiser responder no blog, fala aqui mesmo nos comentários que eu vou adorar saber!

Resenha: Desde o Primeiro Instante, Mhairi McFarlane

Em 15.06.2016   Arquivado em Literatura

image

Sinopse: Rachel acabou de romper um noivado e está decidindo o que vai fazer da vida. Quando ela se encontra casualmente com Ben, um amigo dos tempos da faculdade, seu coração balança. Na época não rolou, mas agora ele parece tão mais interessante.. O problema é que Ben está casado, “fora do mercado”, como se costuma dizer. Ok, hora de partir para outra. Rachel não é nenhuma mocinha ingênua, dessas que se deixam levar pela emoção. O fato de Ben ser lindo, educado, engraçado, nobre e fiel não é suficiente para tirar Rachel do seu eixo. Claro que não. Na verdade, ele é O Companheiro Perfeito. Pena que seja tão fiel! Apaixonar-se pelo melhor amigo é o sentimento mais gostoso do mundo, mas também é assustador.

Esse livro já tinha me conquistado pela capa muitos meses antes – quando nem mesmo tinha sido traduzido para o português, e agora me apaixonei não só pela capa, mas por toda a sua história. Ao chegar aos 30 anos com um noivado recém acabado depois de um relacionamento de 13 anos com Rhys, um trabalho que não a deixa realmente feliz e alguns outros problemas, Rachel percebe o que já sabemos: Chegar a uma idade x bem sucedida de todas as formas e completamente feliz é uma ilusão. Até que sua amiga Caroline comenta ter visto Ben – antigo amigo de faculdade de Rachel – na biblioteca, depois de dez anos sem nenhum contato e ela decide ir lá “casualmente” e acaba se encontrando com ele.

A história dos dois é um mistério no começo do livro e tudo o que sabemos é que eles eram melhores amigos na faculdade, mas nada além disso. Durante o livro temos alguns flashbacks e com isso vamos encaixando as coisas e descobrindo como as coisas realmente aconteceram. O problema é que dez anos depois, Ben está ainda mais lindo do que na época da faculdade, e justo agora que Rachel está solteira e que talvez houvesse a possibilidade de algo acontecer, ele está casado e sua esposa parece ser a mulher perfeita – em todos os sentidos.

Isso não impede que eles voltem a se falar e se lembrem de como se divertiam juntos e de como eles têm um senso de humor parecido. E isso tudo traz a tona bem aquilo que Rachel não quer, já que isso não passa de uma ilusão: Ela ainda está apaixonada por Ben, assim como esteve durante a faculdade e fingiu pra si mesma que não. 

Entre os problemas que enfrenta no trabalho como jornalista graças a uma nova e possivelmente escandalosa história, os seus sentimentos por Ben e a constante lembrança de Rhys, Rachel precisa dar um jeito de seguir em frente e tomar as decisões certas, o que nem sempre é fácil.

Desde o Primeiro Instante é uma história muito real de como as coisas não acontecem sempre da forma como queremos e de como existem pessoas que realmente mudam a sua vida, e mesmo que elas demorem dez anos para aparecer de novo, os momentos ao lado dela podem ser mágicos. Você vai se apaixonar por Ben, chorar com o coração partido de Rachel, e descobrir que a idade é somente um número, e você pode recomeçar a qualquer momento. Com certeza se tornou um dos meus livros favoritos, e facilmente lerei outros livros da Mhairi assim que tiver a chance.

O livro foi trazido ao Brasil com sua capa original maravilhosa pela Editora Novo Conceito, são 464 páginas que te deixam pedindo por mais no final, uma ótima diagramação, mas infelizmente vi vários errinhos no texto, como letras faltando em algumas palavras. Isso me incomodou um pouco, apesar de não ter realmente atrapalhado a leitura. Você pode consultar o preço e compra-lo, clicando aqui.

Recomendo: Jane The Virgin

Em 14.06.2016   Arquivado em TV

janethevirgin

Sinopse: Quando Jane era uma garotinha, sua avó a convenceu de duas coisas: novelas são a mais alta forma de entretenimento e mulheres devem proteger suas virgindades de qualquer maneira. Agora, com 23 anos, a vida de Jane de repente se tornou tão dramática e complicada como uma novela que ela sempre amou, já que uma série de eventos surpreendentes e inesperados faz com que ela seja inseminada artificialmente.

Sabe quando você começa a assistir algo e ama, ai de repente fica chato demais e você desiste dela, e por algum motivo volta a ver depois e fica completamente viciado de novo? Foi assim que aconteceu. Eu fiquei meses sem acompanhar a história, parei antes do fim da primeira temporada, e quando vi que a série estava no Netflix resolvi assistir pra ver como a série estava. Resultado: Fiquei completamente desesperada pra assistir tudo e chegar no fim da segunda temporada, que foi onde a série chegou até agora. Passei dias maratonando a série, baixei os episódios todos da segunda temporada, já que infelizmente ela ainda não está disponível no Netflix e terminei tudo ontem (oi, esse post foi escrito no dia 5 de junho, apesar de só ter postado agora). Já estou ansiosa e preparada pra próxima temporada da série, inclusive.

O que eu mais gosto da série é a forma como ela consegue ter um pouco de tudo: Tem comédia, romance, drama, enfim.. Eu consigo rir, chorar e ficar chocada no mesmo episódio. Como a série foi inspirada numa novela venezuelana, dá bem uma impressão de novela mesmo, sabe? Então se você não assistiu ainda, corre que dá tempo, e se você já viu e não gostou muito, pensa bem e quem sabe dando uma chance você não volta a se apaixonar como aconteceu comigo.

E você, já conhecia a série? 😊

Página 1 de 4112345... 41Próximo